A Óleo e Gás Participações S.A. é uma empresa brasileira com participação na OGX Petróleo e Gás S.A. desde 2007, cujo objetivo é o desenvolvimento de atividades vinculadas à energia. Atualmente, a Companhia é uma holding com investimentos nacionais.

A Companhia iniciou suas atividades em novembro de 2007 com investimentos na OGX e posterior abertura de seu capital em 2008, alocando recursos à sua subsidiária integral para projetos no setor de óleo e gás. A subsidiária OGX participou da 9ª Rodada de Licitação da ANP e adquiriu o direito de concessão de diversos blocos exploratórios nas bacias de Santos, Campos, Espírito Santo e Pará-Maranhão.

A produção de petróleo da OGX foi iniciada em janeiro de 2012 na Bacia de Campos, no campo de Tubarão Azul (acumulação de Waimea), que teve sua produção suspensa em agosto de 2015. Em dezembro de 2013, a Companhia iniciou a produção de petróleo no campo de Tubarão Martelo (acumulação denominada Waikiki), também localizado na Bacia de Campos, o qual permanece em produção, sendo, no momento, o único campo operado pela OGX. A produção no campo de Tubarão Martelo está sendo realizada através do FPSO OSX-3 e, no ano de 2016, chegou a marca de 10 milhões de barris de óleo produzidos. A Companhia também possui participação de 40% no Bloco BS-4, localizado na Bacia de Santos, que está em fase de desenvolvimento.

Ambas as empresas, OGpar e OGX, iniciaram o processo de Recuperação Judicial em 2013 e tiveram seus planos aprovados em Assembleia Geral de Credores no dia 03 de junho de 2014. Como resultado previsto no Plano de Recuperação Judicial, a participação da OGpar na OGX que anteriormente era de 100%, foi reduzida para 25,87%. O Plano foi aprovado.

A Companhia continua em seu processo de reestruturação que ao final resultará na sua incorporação pela OGX.